Você está aqui: Entrada
Foram encontrados 71 itens que satisfazem os seus critérios.
Filtrar os resultados por
Tipo de item














Itens novos desde



Ordenar por relevância · data (mais recente primeiro) · alfabeticamente
ROGER WATERS
Verdadeira “alma mater”dos Pink Floyd de cujo seio se afastou há nos, por divergências e muitas incompatibilidades, para encetar uma bem sucedida carreira a solo, Roger Waters volta agora a ser notícia, um quarto de século depois da sua ultima publicação discográfica (Amused to death), pelo facto de ter sido editado o seu mais novo projecto musical individual -“Is this the life we really want?” que, produzido por Nigel Godrich, acaba por ser o mais floydiano dos seus discos, aquele em que a habitual sonoridade de trabalhos como “Wish we were here”, “The dark side of the moon” ou “Animals” mais se assemelha com a destas obras-primas musicais e tematicas... Roger continua a olhar à sua volta com olhos perspicazes e com cuidada atenção e por isso mesmo continua a ser um acérrimo crítico do Mundo em que vivemos, dos seus dirigentes, de quem maltrata as florestas e as vai lentamente matando para com isso dar lugar a duvidosas plantações ou a desnecessárias e infindáveis estradas, dos senhores do G-10 e outros responsáveis pelos grandes problemas ambientais que a Terra atravessa nomeadamente pelos gravíssimos aumentos da camada de ozono que pouco a pouco vão criando não só uma crescente instabilidade meteorológica e graves problemas de graduais aumentos de temperatura , mas também vão contribuindo para que muitos icebergs das zonas polares comecem pouco a pouco a desprender-se do lugar onde há anos se formaram e a liquefazer-se, provocando inundações e a inevitável subida do nível das águas do mar em várias regiões do Planeta, a debandada animal, etc. Tematicamente envolvente, vocalmente atractivo e instrumentalmente brilhante o disco é uma das mais belas peças musicais oriundas da mente criadora de um génio da música pop-rock actual– Roger Waters CD Columbia/Sony Music
Localizado em Notícias
PESTE & SIDA
São uma verdadeira instituição nacional no que ao punk rock e ao rock diz respeito e por isso mesmo quando se pensou em reeditar os três primeiros álbuns da banda promovendo essa reedição com um concerto ao vivo logo os indefectíveis se movimentaram e a cena rock se agitou ; o evento serviu também para concretizar uma velha aspiração da banda:- editar um álbum ao vivo ! Para culminar ,a sala onde se programou a aparição lotou em pouco tempo e no dia do show o recinto rebentava mesmo pelas costuras o que não admirou pois os P&S ainda são uma banda emblemática , com uma aura só comparável com a dos Xutos ou a dos UHF e por isso mesmo o velho bairro de Alvalade viveu uma noite histórica , única e empolgante em 6 de Novembro de 2015... O resultado dessa celebração está agora editado- “Ao vivo no RCA” e retrata com grande fidelidade uma inesquecível data em que actuais e antigos membros do grupo juntamente com alguns convidados deram asas às suas capacidades musicais e adicionando electricidade a talento, criatividade e energia construíram um disco demolidor, impar e histórico, onde a história do grupo e do rock em português foi reescrita a letras de ouro... livro/CD - Alain Vachier Music editions
Localizado em Notícias
CHUCK BERRY
Os blues foram ainda na parte final da sua vida os fermentos que temperaram a música do grande Chuck Berry o ícone irreverente, louco e quantas vezes lunático; a genialidade continuou presente e mesmo no derradeiro disco, ainda na plena posse das suas impares faculdades e capacidades musicais , reafirma-se como um grande executante , um interprete genial e acima de tudo um compositor sarcástico, mordaz e...único!!! Um nome imortal de que “Chuck” é um importante e indissociável documento para melhor compreensão de uma história musical impar que a história se encarregará de eternizar! CD Decca/Universal
Localizado em Notícias
AMÁLIA
Dona de uma voz mágica, quase sobrenatural, Amália Rodrigues continua a ser notícia pois de quando em vez é publicada nova obra sua com base no extenso e valiosíssimo acervo de que a Valentim de Carvalho é detentora e que assim permite a edição de uma série de novas propostas. É agora o caso de dois projectos , um deles, duplo CD com origem nos concertos de há trinta anos na mais mítica sala de Lisboa – “Amália- Coliseu 1987” e o outro contendo em três CDs as sessões completas da fadista com o Conjunto de guitarras de Raul Nery – “Amália- fados 67” ; dois memoráveis projectos que nos trazem de novo à luz do dia as grandes e extraordinárias capacidades interpretativas de Amália e acima de tudo a sua chama, a sua versatilidade e a sua alma fadista e também simultaneamente todos os predicados que a consagraram como a voz numero um do fado e uma das melhores e mais fabulosas interpretes e vozes mundiais... 2CD/3CD Valentim de Carvalho
Localizado em Notícias
MARTHA ARGERICH
É indiscutivelmente uma das mais fabulosas pianistas de música clássica da actualidade e uma instrumentista genial e isso facilmente se pode comprovar na audição de uma qualquer obra sua dos últimos anos; como qualquer artista tem também as suas preferências quer musicais, quer logísticas e não admirou portanto, dado o seu antigo e confessado amor pela cidade de Lugano, que ela tivesse escolhido essa cidade em detrimento de outras para lá actuar ao vivo durante anos no certame local – o Festival de Lugano , cidade suíça em que actuou durante várias ocasiões num evento que afinal ela própria ajudou a criar há anos – desde 2002 e denominado Progetto Argerich - e onde resolveu mesmo comemorar o 75º aniversário actuando rodeada de amigos seus também instrumentistas para uma habitual embevecida plateia. O projecto discográfico daí resultante “Martha Argerich & friends- live from Lugano 2016” acaba de ser publicado e retrata com fidelidade as extraordinárias performances da pianista argentina naturalizada cidadã suíça e seus convidados que durante três horas deliciaram a assistência mercê de um recital memorável em que interpretaram composições de Ravel ( a única composição em que se apresentou a solo), Mozart, Manuel de Falla, Busoni, Brahams, Beethoven, Brahams, Berg, Nisinman, Debussy e J. S. Bach; um acontecimento musical mágico da responsabilidade de uma das maiores pianistas mundiais :- a diva Martha Argerich. Box de 3CDs Warner classics/Warner Music
Localizado em Notícias
LUCIANO PAVAROTTI
É já quase infindável a quantidade de compilações que vão surgindo tendo como base as obras gravadas pelo extraordinário tenor italiano Luciano Pavarotti que há anos nos deixou; agora mais uma surge:- “The people´s tenor” duplo CD que inclui no disco 1 temas de opera como “Nessum dorma”, “La donna é mobile”, “Una furtiva lágrima” ou “E lucevan le stelle” e no disco 2 canções populares italianas tais como “O sole mio”, “Mama”, “Caruso”, “Vivere”,”Non ti scordar di me” ou “Santa Lúcia”... Que dizer da colectânea que abarca numa totalidade de 50 canções duas áreas tão importantes da música? Absolutamente imprescindível! 2CD Decca/Universal Music
Localizado em Notícias
EAGLES
Conseguiram um dos mais extraordinários sucessos radiofónicos e de vendas de que há memoria com uma canção – “Hotel Califórnia”,que haveria de os consagrar em definitivo como uma das maiores e mais bem sucedidas bandas pop mundiais, conseguir-lhes concertos sem fim e consequentemente fama e enorme proveito monetário; porém, como também acontece frequentemente com outros grupos e outros discos, essa composição não foi a única de grande sucesso do álbum pois mais canções houve que alcançaram lugares cimeiros nos tops mundiais nomeadamente “New kid in town” também ele um massivo hit de vendas e popularidade nos quatro cantos do Globo. Isso dizia bem da real valia e inspiração dos membros dos Eagles como compositores pois já anteriormente a este mega sucesso tinham conquistado as charts com hits que faziam parte de álbuns anteriores tais como “Take it easy”, “Tequila sunrise” ou “One of theses nights”; na altura, ao quarto disco – “Hotel Califórnia”, consagravam-se em definitivo como uma das melhores , mais rentáveis e mais bem sucedidas bandas pop/rock não só dos EUA mas também à escala mundial. O êxito da canção “Hotel Califórnia” foi tão grande que a banda resolveu preservá-la o mais possível não autorizando versões dela nem tão pouco a sua inclusão nas habituais e populares colectâneas de sucessos... Somente em 1999 os Gipsy Kings foram autorizados a fazer uma versão, que no entanto só foi publicada depois de ouvida e devidamente aprovada pelos Eagles. Pois é este mesmo disco- “Hotel Califórnia” que agora revisita de novo as tabelas mundiais mercê da edição comemorativa do 40º aniversário da edição original do projecto ,desta vez num duplo CD especial contendo o trabalho original e ainda um segundo disco com um, até agora inédito, resumo dos concertos ao vivo que tiveram lugar no famoso The Los Angeles Fórum em Outubro de 1976. Abra-se então o champagne para celebrar a efeméride pois a comemoração é bem merecida e legitimada por um grande disco! 2CDs Asylum records/Warner Music
Localizado em Notícias
MADONNA
Agora que foi de novo notícia ao confirmar-se como nossa “vizinha” a par de outros famosos que tem escolhido o nosso País para viver, Madonna edita em vários formatos o resultado de palco da sua bem sucedida “Rebel heart tour” que acaba por resultar numa espécie de Best of da sua carreira pois contem a nata dos seus maiores sucessos tais como “Like a virgin”, “Material girl” , “La isla bonita” ou “Living for love”; notável espectáculo de cor, brilho, suor, dança e ritmo trepidante vale bem a pena ser ouvido ou visto agora para melhor se aquilatar da grandeza musical de um dos maiores e melhores icones dos tempo modernos- a controversa mas divina Madonna! 2CDs Universal Music
Localizado em Notícias
LUDMILLA
É a grande coqueluche na música de dança do Brasil; compositora, empresária, cantora e dançarina teve em Beyoncé o seu ídolo e de tal modo era “vidrada” na cantora norte-americana que durante muito tempo foi conhecida como MC Beyoncé cognome que abandonou em 2013 quando assinou pela Warner para quem começaria a gravar. Após conquistar diversos prémios e galardões (Rádio Music Awards) chega a 2017 ano em que edita novo disco –“A danada sou eu”, que de imediato começa a fazer furor mercê da músicas com grande ritmo e batida e às letras onde se retrata o quotidiano da juventude brasileira sob uma batida funk , tão na moda do outro lado do Atlântico. Verdadeiro compêndio de dança, este novo trabalho é também um disco muito orelhudo recheado de grandes e apeláveis melodias; ouçam-se por exemplo “Cheguei”, “Sou eu”, “Desapega” , “Pegada” ou “ Abusa” e confirme-se também a grande capacidade interpretativa de Ludmilla , um autêntico “boom” na moderna música do país verde-amarelo e um autêntico soco sonoro no estômago de cada ouvinte, uma estrela com brilho próprio que aconselho vivamente a conhecer sob pena de deixar passar em claro o que de melhor se faz actualmente em matéria de música de dança no Brasil. Uma chamada de atenção aos donos dos festivais em Portugal e promotores de shows:- contratem já Ludmillla, o novo furacão musical brasileiro!!! Verão que valerá bem a pena! Ela é fogo vivo ! CD Warner Music
Localizado em Notícias
ANA BACALHAU
É a estreia absoluta como artista individual e ao libertar-se das amarras que durante 10 anos a “prenderam” aos Deolinda a vocalista do grupo- Ana Bacalhau, sai do ninho e ganha asas para voar! Chama-se “Nome próprio” o seu primeiro disco a solo e tem a particularidade de incluir três letras e uma música da sua autoria sendo as restantes responsabilidades letristas e musicais de gente de outras áreas como Jorge Cruz, Miguel Araújo, António Zambujo, João Monge, Márcia, Capicua, Samuel Úria, etc. Disco que mistura música popular, rural, urbana e pop é um trabalho onde as evidentes influências da musica anglo-americana e algumas electrónicas a ela ligados convivem umbilicalmente na perfeição e com tranquilidade com a soul, o hip-hop e a acústica da música popular portuguesa numa mistura eficaz de variados instrumentos de cordas como cavaquinho, violino, guitarras, contrabaixo, violas e violoncelos numa verdadeira alquimia sonora de grande polivalência e apurado bom gosto que transformam o projecto numa espécie de “grito do Ipiranga” da cantora e são a prova de como a sua versatilidade lhe vai permitir no futuro conviver na perfeição com os dois mundos onde habita:- o dos Deolinda e o seu próprio a solo, onde, convenhamos, está como peixe na água, livre, independente, madura, segura e...formosa! 2017 viu assim brilhar intensamente uma nova estrela que desde há tempos fazia parte de uma outra constelação, mas que afinal de contas tem luz própria e imenso fulgor e por isso mesmo deixa atrás de si um lastro de...cometa! ”Nome próprio”, um(a) bacalhau de grande cura que como é evidente só pode ser encontrado em lojas gourmet especializadas e que terá forçosamente de ser de certeza um(a) bacalhau de cura amarela, que como é sabido é o mais caro e saboroso de todos... CD Sons em trânsito/Universal Music
Localizado em Notícias